• 455 Martinson, Los Angeles
  • 8 (043) 567 - 89 - 30
  • support@email.com

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Feijão tropeiro

O feijão-tropeiro é um prato típico da culinária Paulista, Mineira e Goiana. Criado por bandeirantes e tropeiros paulistas , composto de feijão misturado a fari nha de mandioca, torresmo, lingüiça, ovos, alho, cebola e temperos

É um prato tradicional também de outras regiões de influência bandeirante e colonização paulista (ou que já foram parte deste estado), como é o caso dos estados brasileiros de Goiás e Minas Gerais , aonde o prato foi introduzido pelos bandeirantes paulistas
.
História

Desde o período colonial, o transporte das mais diversas mercadorias era feito por tropas a cavalo ou em lombos de burros . Os homens que guiavam esses animais eram chamados de tropeiros . Até a metade do século XX, eles cortavam ainda parte do estado de Minas Gerais, conduzindo gado. O feijão misturado a farinha de mandioca, to rresmo, linguiça, ovos, alho, cebola e temperos, tornou-se um prato básico do cardápio desses homens, daí a origem do feijão tropeiro.

Em Minas Gerais, o tropeiro é comumente associado ao maior estádio de Belo Horizonte, o Mineirão. Com a receita mais célebre vindo do bar próximo do portão 13, que acompanhava o tropeiro com arroz, couve, torresmo, ovo frito e pernil suíno, o apelidado "tropeirão" virou o principal prato dos torcedores do Mineirão. O Bar do 13, atualmente localizado nas imediações do estádio em vez de dentro do Mineirão, chegava a vender 1500 tropeiros por partida, e dos atuais 42 restaurantes do Mineirão, 18 servem tropeiro, vendendo 120 mil pratos em 2013. A fama do tropeirão levou os estádios Independência e Arena do Jacaré a também oferecerem feijão tropeiro em seus restaurantes, e o público a reclamar quando após a reabertura do Mineirão em 2013 seguindo três anos de reforma, os bares ofereciam versões do prato sem os mesmos acompanhamentos por imposição da vigilância sanitária. Por sua popularidade e associação com o Mineirão, a FIFA permitiu o tropeiro nos dois torneios internacionais com sede em Belo Horizonte, a Copa das Confederações de 2013 - porém com o tropeiro servido apenas em restaurantes na esplanada do estádio e a Copa do Mundo FIFA de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte para o

Postagens mais visitadas

Popular Posts

Visite e

Navigation

Google+ Followers